quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Encontrado água na Lua

Essa notícia foi divulgada no site Inovação Teconológica:

A NASA anunciou nesta sexta-feira que descobriu uma "grande quantidade" de água na Lua durante um experimento realizado no mês passado, quando a sonda LCROSS chocou-se com o interior da cratera Cabeus.
A LCROSS era formada por duas partes. A primeira consistia no último estágio do foguete que a lançou ao espaço, chamado Centauro. A segunda era a sonda propriamente dita.
As duas se separaram algumas horas antes do impacto. Logo depois a LCROSS acionou seus foguetes em uma manobra de frenagem que a deixou cerca de 600 quilômetros de distância do projétil Centauro. Isso criou um atraso de cerca de 4 minutos entre o projétil e a sonda.
Com os dois segmentos seguindo o mesmo curso, o objetivo era que a LCROSS observasse a nuvem de poeira e detritos levantada pelo Centauro. A sonda também chocou-se contra o solo lunar depois de transmitir seus dados para a Terra.
A NASA havia criado uma grande expectativa quanto à nuvem de poeira que se levantaria durante o impacto, acionando um batalhão de astrônomos amadores para fotografar o evento. Mas a nuvem de detritos levantada foi muito menor do que o esperado e só pode ser observada pelos instrumentos precisos da LCROSS.
"De fato, sim, nós encontramos água. E nós não encontramos um pouquinho, nós encontramos uma quantidade significativa", disse Anthony Colaprete, cientista responsável pela missão.
Segundo Colaprete, os dados indicam que o impacto levantou algo em torno de 90 a 100 litros de água. Não foram divulgados dados sobre a quantidade estimada de detritos lançados na atmosfera, o que impede um cálculo percentual.
A identificação de água na Lua é importante por motivos científicos: se ela estiver depositada lá há bilhões de anos na forma de gelo, pode conter incrustações com informações geológicas importantes sobre as origens de todo o Sistema Solar.
Mas a presença de água também poderia ser importante para futuras expedições tripuladas e para uma eventual base lunar.
Os cientistas afirmaram que os dados são preliminares e que as futuras análises deverão detalhar melhor a presença de água na cratera.
Segundo Colaprete, "junto com a água em Cabeus, há pistas de outras substâncias intrigantes." Mais detalhes, contudo, terão que esperar a publicação dos artigos científicos, o que deverá ser feito após a conclusão das análises.
Em Setembro último, uma sonda espacial indiana também havia encontrado sinais de água na Lua.

Fonte: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=nasa-confirma-descoberta-agua-substancias-intrigantes-lua&id=030175091113

2 comentários:

  1. muito boa a aula , não sabia que tinha tantas formais de estrelas, sua cores , nao sabia que tinha tantas estrelas longe da terra que da pra ver nem que o sol nasceu com sua metade da vida que lhe restam apenas 5 bilhões de anos, mais gostei muito do projeto parabéns .

    ResponderExcluir
  2. Estou amando o projeto sobre astronomia que estas fazendo com nossa turma...muito bom descobrir coisa novas e aprimorar nossos conhecimentos...acho que todos da turma estão gostando...seria muito interessante termos aula de astronomia, com o projeto que estais fazendo conosco me fez ver que o universo é muito maior que pensamos e que esta fora de questão sermos o centro dele e que existem muitos astros e planetas ainda desconhecidos...

    ResponderExcluir